O documentário «Carlos do Carmo - um homem no mundo», realizado por Ivan Dias, que acompanha «um ano de consagração na vida» do fadista Carlos do Carmo, terá estreia comercial no dia 25, revelou a distribuidora Nos Audiovisuais.

Um mês depois da atribuição de um Grammy Latino, a carreira de Carlos do Carmo é recordada neste documentário pelo próprio fadista e por várias pessoas com quem se tem cruzado, como o artista plástico Júlio Pomar, o musicólogo Rui Vieira Nery e o músico brasileiro Ivan Lins.

O documentário revela o fadista em concerto, em viagem, em contacto com outros artistas e regista o percurso internacional até ao Grammy Latino.

«Acompanha um ano de consagração na vida de um homem que mostra que todas as consagrações se fazem em cada momento», lê-se na sinopse.

Esta longa-metragem biográfica estreia-se numa altura em que Carlos do Carmo celebra as bodas de ouro de carreira no fado.

Prestes a completar 75 anos, no próximo dia 21, Carlos do Carmo é considerado uma das referências do fado. A organização do Grammy Latino descreveu-o como «um dos maiores fadistas do seu tempo».

Carlos do Carmo, que dedicou o Grammy Latino a todos os portugueses, tem sido distinguido ao longo da carreira com vários galardões, entre os quais o Prémio Goya da Academia de Artes Cinematográficas de Espanha e o prémio da consagração de carreira da Sociedade Portuguesa de Autores.

«Dizer o quê? Que juntamente com Amália Rodrigues e agora com Mariza representa o melhor do Fado dentro e fora de portas? Que atravessa três gerações do Fado que lhe vêm do berço desde a mítica Lucília do Carmo, sua mãe?», pergunta Ivan Dias na nota de intenções.

Ivan Dias é autor da série televisiva «Povo que canta», produtor do filme «Fados», de Carlos Saura, e realizador de outras obras como «A Revolução de Abril - No olhar de Carlos Gil» e «Joel Pina, o professor», escreve a Lusa.