Um álbum póstumo de Prince vai ser editado em setembro, com nove temas e “uma interpretação muito pessoal de um espiritual negro", anunciou a editora do músico, no dia em que este completaria 60 anos.

O álbum será lançado a 21 de setembro pela editora Warner Bros que explicou, em comunicado, que este disco apresenta “um conjunto de gravações feitas em 1983, na casa do cantor em Minnesota, nos Estados Unidos, noticia hoje a agência France Presse.

Além do álbum, a editora revelou um 'cover' do tema "Mary Don't You Weep", em que o cantor, de uma forma muito pessoal, interpreta o famoso "espiritual" do repertório afro-americano, já cantado por artistas como Aretha Franklin e Bruce Springsteen.

Prince, nascido em 07 de junho de 1958, morreu a 21 de abril de 2016, aos 57 anos, devido a uma ‘overdose’ não intencional de analgésicos, deixando para trás uma série de gravações que nunca foram divulgadas.

Neste álbum, intitulado "Piano and a Microphone 1983", o guitarrista canta enquanto toca piano, sem qualquer outro acompanhamento, um formato que tinha escolhido para a última digressão antes de sua morte.

As músicas variam de uma versão de "Purple Rain" ao tema inédito "Cold Coffee and Cocaine", e foram gravadas em 1983, em Paisley Park, na cidade norte-americana de Minneapolis, onde morava e tinha o seu próprio estúdio.

A Warner reeditou, em 2017, o clássico álbum "Purple Rain", lançado em 1984, acompanhado por 11 faixas inéditas. E, em abril, foi lançada a versão de "Nothing Compares 2 U", uma canção escrita por ele e que foi popularizada por Sinead O'Connor.

Prince atuou em Portugal quatro vezes. A primeira, em agosto de 1993, no antigo Estádio de Alvalade, em Lisboa, a segunda, em dezembro de 1998, no Pavilhão Atlântico da capital, a terceira, em julho de 2010, no Festival Super Bock Super Rock, no Meco, onde contou com a participação da fadista e amiga Ana Moura e, a última, em agosto de 2013, no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, atuando para três mil pessoas.