O diferendo entre a Volkswagen e duas empresas fornecedoras de componentes foi ultrapassado após uma maratona negocial de mais de 20 horas, após a qual a fabricante alemã de automóveis anunciou que irá gradualmente retomar a produção interrompida na segunda-feira.

A agência Reuters noticiou esta terça-feira que a VW e os fornecedores CarTrim (componentes para os assentos) e ES Automobilguss (componentes para os motores) confirmaram ambos o acordo após negociações que demoraram a «noite inteira».

Seis das dez fábricas da Volkswagen na Alemanha foram afetadas com o diferendo que obrigou à interrupção da produção na segunda-feira dos modelos Golf e Passat.

O construtor germânico garantiu já nesta terça-feira, segundo a Reuters, que os fornecedores já acordaram em retomar o envio dos componentes e que as unidades afetadas «iriam gradualmente retomar a produção».