O muito aguardado SUV compacto da Volkswagen que será produzido na Autoeuropa, em Palmela, foi apanhado sem qualquer tipo de camuflagem durante uma sessão de testes.

O T-Roc, como se vai chamar o primeiro SUV compacto da marca alemã, mostra-se assim pela primeira vez ainda que de forma involuntária antes da sua estreia oficial, no Salão de Frankfurt, em setembro.

Terá a mesma base do próximo Volkswagen Polo e do novo Seat Ibiza, 4,3 metros de comprimento, 1,8 de largura e 2,6 entre eixos. Estará posicionado abaixo do Tiguan e terá como concorrentes, entre outros, o Nissan Juke e o Renault Captur.

Os motores serão os mesmos do Ibiza e do Polo, a começar pelo 1.0 TSi com 95 e 115cv, um 1.5 TSi de 150cv, e o Diesel 1.6 TDi com 95 e 115cv. Estará disponível em versões de tração dianteira e às quatro rodas e contará com uma versão híbrida de ligar à tomada, o T-Roc GTE.

Em declarações à Autocar, o patrão da Volkswagen, Herbert Diess, adiantou que o T-Roc estará disponível abaixo dos 22 mil euros na Grã-Bretanha, esperando-se que em Portugal esteja disponível a partir de 25 mil euros.

O T-Roc permitirá à Autoeuropa duplicar a produção para 200 mil carros por ano a partir de 2018. Para isso, a fábrica de Palmela vai reforçar-se com 1.500 trabalhadores.

Veja ainda:
SUV da Autoeuropa vai chamar-se T-Roc