Sessenta carros Volkswagen e Audi recolhidos nos Estados Unidos na sequência do escândalo das emissões de gases poluentes despareceram do depósito onde foram colocados antes de terem um novo destino. Trinta e dois deles foram detetados num leilão onde 20 foram vendidos.

As autoridades norte-americanas estão a tentar rastrear os carros desaparecidos do antigo estádio de futebol americano Pontiac Silverdome, em Detroit, no Michigan, para onde a Volkswagen levou os veículos sinalizados e retirados do mercado.

«Foram-lhes dados registos falsos do Michigan. Foram trazidos para o sul do Indiana e para o Kentucky... Sabemos que pelo menos sessenta estão desaparecidos», afirmou o sargento da Policia Estadual do Indiana Jerry Goodin ao «WDRB», que acrescenta que 12 dos carros roubados estão ainda no local do leilão, em Clarksville, no Indiana.

Nesta altura, as autoridades dos Estados Unidos já estão em campo a lidar com um caso de carros roubados e de falsificação de registos, além de que as pessoas que os compram não saberão que os carros foram retirados do mercado por estarem envolvidos no dieselgate.

Na semana passada, as autoridades do Kentucky já tinha apreendido seis VW Passat e mais três SUV relacionados com esta investigação.