«He did it again!», que é como quem diz em português: «Voltou a fazê-lo. Depois de ter destruído um Rimac Concept One – com um preço na ordem de um milhão de euros – Richard Hammond deu cado de mais um supercarro.

Desta vez, o apresentador da série «The Grand Tour» estoirou com um McLaren 720S. Desta vez, Hammond não sofreu ferimentos (como aconteceu nas filmagens de junho quando quase perdeu a vida). Porque, desta vez, não teve qualquer acidente. Só o McLaren de 720 cv é que sofreu porque lhe deram a beber água em vez de gasolina.

Hammond foi obrigado a usar um segundo 720S nas filmagens para o quarto episódio da série que começou em dezembro porque o primeiro não se deu bem com a água. E esse episódio não foi deixado passar em claro pelo seus parceiros de programa, como Jeremy Clarkson e James May fizeram questão de mostrar atribuindo-lhe um prémio pelo feito.

Aqui fica a tradução da conversa:

Jeremy Clarkson: “0 que nos traz ao próximo prémio...”

Richard Hammond: “Oh, não...”

JC: “Sim, tu vais gostar disto. É o prémio por ter enchido por acaso o depósito de combustível de um supercarro com água.”

RH: “Ó meu Deus...”

JC: “Em nome de tudo o que é sagrado, como é que fizeste isso?”

RH: “De facto, é interessante...”

JC: “Ai é?”

RH: “Estava a ficar sem combustível na pista e em vez de levá-lo a uma bomba de gasolina – que é a milhas de distância – enchi-o com um dos jerricans.”

JC: “Que estava cheio de água?

RH: “Sim!”

JC “Coisa em que não reparaste?”

RH: “Não!”

JC “Quando é que reparaste?”

James May: “Quando o chá começou a ter um sabor esquisito, acho eu.”

RH: “Foi quando o motor como que se foi…”

JM: “Quantos carros é que destruíste neste ano, Hammond?”

RH: “Dois!”

JM: “Dois? Quantos é que guiaste”

RH: “Dois!”