Um relatório elaborado pelo Ministério dos Transportes alemão considerou a função Autopilot da Tesla como “um considerável perigo para o trânsito”.

No documento, a que o Der Spiegel teve acesso, os responsáveis alemães demonstram que há várias falhas do sistema, que podem colocar a segurança os ocupantes e outros utilizadores das vias em risco.

Primeiro, são apontadas situações em que o sistema não emitiu qualquer sinal de alerta ao condutor quando o software é incapaz de reconhecer obstáculos. Depois, problemas com a travagem automática de emergência. A agência ainda não concluiu o relatório e ainda está em fase de testes.

A mesma fonte afirma que o ministro alemão dos Transportes, Alexander Dobrindt, decidiu não suspender a comercialização dos veículos equipados com o sistema em causa.

Entretanto, a Tesla anunciou a revelação de algo “inesperado“ para o próximo dia 17 de outubro, que poderá estar relacionado com esta tecnologia.