A Jaguar revelou o I-Pace com que a marca anuncia o novo “rugido silencioso” de um SUV totalmente elétrico com um comportamento desportivo e dotado de muita inteligência artificial para cinco ocupantes e a sua bagagem.

Com um carregamento completo, o I-Pace proporciona uma autonomia de 480 km. Com um carregador rápido CC de 50 kW o SUV pode conseguir até 270 km de autonomia por hora.

O I-PACE dispõe de uma bateria de 90 kWh constituída por células de iões de lítio de alta densidade de energia. O design e o sistema de gestão térmica da bateria visam a longevidade e os períodos de potência máxima sustentada.

Com dois motores elétricos síncronos de íman permanente – à semelhança da tecnologia incorporada no carro de competição I-PACE da Fórmula E – o I-Pace apresenta 294 kW (400 CV) e 696 Nm de binário.

O binário instantâneo e a tração integral proporcionam uma aceleração ao nível de um veículo desportivo chegando dos 0 aos 100 km/h em 4.8 segundos.

A estrutura de alumínio e a colocação da bateria entre os dois eixos resultam num baixo centro de gravidade com uma distribuição de peso 50:50. Se o design exterior é influenciado pelo superdesportivo da década passada Jaguar C-X75, o interior tem como uma das marcas os sistemas de navegação com inteligência artificial que identificam as definições preferenciais do condutor.

Feito para transportar cinco adultos, o Jaguar I-Pace oferece uma bagageira com 656 litros que se transformam em mais de 1.453 litros com os bancos rebatidos.

Foi em Portugal que o I-Pace se fez à estrada e para o mercado nacional estão anunciadas as versões S, SE e HSE com os preços, respetivamente, de 80.416 €, 88.548 € e 94.749 €.