A McLaren apresentou no Salão de Genebra a versão exclusiva de pista do McLaren Senna. O McLaren Senna GTR terá uma produção atá 75 unidades com um preço a rondar os 1,1 milhões de euros antes de impostos.

O McLaren de estrada apresentou-se como o “carro mais extremo” produzido em Woking e os 500 carros anunciados para produção foram vendidos antes do seu lançamento. O concept também apresentado em Genebra assume agora esse título com o GTR a prometer ainda melhor prestação do que o seu modelo original.

Com mais potência, aderência e pressão aerodinâmica – até 1.000 kg – do que o McLaren Senna, o GTR extrairá pelo menos 825 cv (contra 800) e beneficiará das evoluções aerodinâmicas (alargando componentes com o splitter frontal ou o difusor), assim como terá um novo desenho das rodas para rodar em circuito.

O McLaren Senna GTR será fabricado à mão em Woking durante o próximo ano.