A Porsche apresentou nesta segunda-feira o novo 911 Carrera T, modelo que pretende reviver o conceito purista do 911 T de 1968.

As prestações do motor de 3.0 litros com 370 cv são melhoradas com menos peso, relações mais curtas da caixa manual e a tração traseira com diferencial autoblocante mecânico.

O objetivo da Porsche, claro está, é aumentar o prazer da condução.

O 911 Carrera T vem de série com o chassi desportivo PASM, que é 20 mm mais baixo do que o standard num fabrico com a redução de peso como objetivo ao ponto de ter as janelas laterais com vidro mais leve.

Com 1.425 kg, o novo «T» (de «Touring») é 20 kg mais leve do que o 911 Carrera que lhe dá nome melhorando a relação peso-potência dos 450 Nm de binário.

De série, o 911 Carrera T melhora em 0.1 segundos a aceleração dos 100 km/h (para 4.5 segundos) em relação ao 911 Carrera Coupé superando os 290 km/h de velocidade máxima – a aceleração dos 0 aos 200 km/h faz-se em 15.1 segundos.