O Model 3 dá o primeiro passo para a substituição da chave pelo telemóvel. Em lugar do “velhinho” método para abrir e ligar o carro, no Model 3 bastará um “simples” smartphone.

A ideia não é de agora, mas o mais pequeno dos Tesla será, efetivamente, o primeiro modelo a adotar a tecnologia. Ao detetar o telemóvel, o Model 3 destrancará as portas e ficará pronto a ser ligado. A tecnologia reage a sinais de Bluetooth específicos enviados a partir do smartphone do legítimo dono.

Em alternativa, o modelo será acompanhado de alguns cartões NFC, que bastará pressionar junto do pilar B, o que deverá conceder a pessoas de confiança a oportunidade de entrar no carro ou em situações de falta de bateria no telemóvel.

O Model 3, de resto, estará disponível em duas versões, a primeira com 354 km de autonomia (a partir de 29 mil euros) e uma de maior autonomia com 498 km (a partir de 44 mil euros).

Saiba AQUI tudo sobre o Model 3.