O “baby-SUV” da Jaguar, posicionado abaixo do F-Pace já tem data de revelação. Será na segunda semana de julho, a 13 de julho, em Londres, que vai ser dado a conhecer o segundo SUV da marca britânica, o E-Pace. A estreia tem suscitado enorme expectativa dentro e fora da marca, mas até chegar a este ponto o trabalho foi bastante árduo – só na fase de testes, por exemplo, foram 2 anos completos de desenvolvimento.

Segundo a Jaguar, o E-Pace foi testado nas mais variadas temperaturas (de 48ºC a -40ºC) e cenários (neve, deserto, asfalto e montanha). O desenvolvimento incluiu mais de 400 voltas ao circuito alemão de Nürburgring e pelo menos 120 mil horas de testes com protótipos camuflados.

Além disso, os engenheiros submeteram algumas unidades a testes de àgua, mergulhando o carro a profundidades em até 50 cm. O motor foi desligado e as portas abertas, tendo o veículo ficado assim durante uma hora. Depois, o motor foi ligado e o veículo retirado de dentro da piscina.

Pelo menos 150 protótipos foram destruídos no decorrer do programa de testes. Segundo a Jaguar, testes tão rigorosos foram necessários para garantir um “SUV de desempenho dinâmico e divertido, capaz de resistir durante toda uma vida a uma utilização extrema por parte dos clientes mais ativos e exigentes”. O desenvolvimento contou com a participação de mais de 500 engenheiros.

Quando chegar às estradas, o E-Pace deverá assumir-se como o Jaguar mais vendido. Estará posicionado abaixo do F-Pace e terá o objetivo de rivalizar com modelos como o Audi Q5, Mercedes-Benz GLC e BMW X3.

Veja como foi: