O primeiro modelo elétrico da Aston Martin chega em 2019 e terá uma produção limitada a 155 unidades. Trata-se do RapidE, um modelo que será feito com base na berlina de quatro portas Rapide, e terá o contributo da Williams Advanced Engineering, que está envolvida na Fórmula E.

Para já ainda pouco se sabe, mas a Autocar adianta que o RapidE poderá vir a ter mais de 1000 cv, para uma autonomia de pelo menos 500 km com apenas uma carga.

A fase de encomendas deverá abrir algures em julho, sendo que os preços deverão aproximar-se dos 500 mil euros.

Segundo o CEO da Aston Martin, Andy Palmer, o RapidE representa um marco para a marca. “O RapidE demonstra a visão, vontade e capacidade da Aston Martin de adotar mudanças radicais, iniciando uma linhagem de carros que se mantém fiel ao nosso espírito e dar prazer aos consumidores”.

O RapidE será apenas o primeiro de uma ofensiva de modelos elétricos da Aston Martin. O próximo deverá ser o SUV DBX, com a mesma mecânica e igualmente em série limitada.