A McLaren decidiu homenagear o histórico F1 XP GT de cognome «Longtail» («cauda longa», numa tradução simples) com a produção de seis exclusivos 570GT da mesma cor do carro que ficou famoso em 1997.

Nascido do McLaren F1, que em 1995 venceu as 24 Horas de Le Mans, as corridas GT obrigaram ao crescimento da cauda no F1 XP GT que abraçou as disputas com as marcas concorrentes dentro das regras de homologação da FIA.

A par da aerodinâmica, a estética ficou complementada com uma cor verde patenteada pela marca britânica e designada como «XP Green». É essa mesma cor que o McLaren Special Operations (MSO) utilizou agora nos seis exclusivos 570GT da sua coleção que vai disponibilizar para o Reino Unido, Alemanha e Holanda.

A exclusiva homenagem 20 anos depois passa da cor exterior para um interior luxuoso e cujo requinte é marcado pelo couro debruado a pontos verdes.

Esta edição do MSO difere do 570 Coupé nas linhas da traseira que inclui não só um vidro lateral que desce com um aumento da capacidade de mala em 220 litros. Mas o motor mantém-se: é o 3.8 litros V8 biturbo da McLaren com os 570 cv de potência que lhe dão o nome.

O Mclaren 570 Coupé custa na ordem dos 190 mil euros sem qualquer extra. A assinatura da MSO na placa de um destes seis 570GT aumenta o preço do carro em cerca de 23 mil euros.