A última geração do Mini Clubman não poderia deixar de contar com a assinatura da John Cooper Works (JCW).

A versão mais radical da “carrinha”, que estará disponível a partir de dezembro, surge com 231cv (mais 39cv que o Cooper S de 192cv) e 350 Nm de binário máximo, extraídos de um motor 2.0 turbo (antes 1.6 turbo).

Este modelo surge disponível com uma transmissão manual de seis velocidades ou a automática StepTronic com oito relações, contando ainda de série com tração integral All4.

Nesta versão JCW, o Clubman anuncia uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 6,3 segundos (menos 0,2s que no Mini hatchback JCW) e uma velocidade máxima de 238 km/h.

Distingue-se, exteriormente, pelas jantes de 18 polegadas (19 em opção), escape específico, para-choques mais agressivos, um defletor de ar traseiro e pintura personalizada.

Por dentro, salta à vista os bancos desportivos e iluminação configurável nas portas. Entre as opções, existe um novo ecrã tátil Mini Navigation XL.

Não há ainda data de lançamento prevista ou preços para o mercado nacional.