Se está atento ao GP dos EUA, deve ter reparado na forte presença da cor rosa. Não é coincidência, mas sim uma forma de mostrar apoio às vítimas do cancro da mama.

Outubro é o mês de prevenção da doença e a Fórmula 1, assim como outras marcas ligadas à modalidade, juntou-se à causa. 

A Pirelli trocou o roxo pelo cor de rosa nos pneus ultra macios.

“A Pirelli está por trás desta iniciativa de usar os pneus com esta cor e, assim, passar esta mensagem tão importante. É um símbolo de solidariedade e compromisso, assim como uma lembrança poderosa da importância da causa. Por isso, este fim de semana, esperemos que todos pensem rosa”.

Mas há mais. O próprio Circuito das Américas vestiu a pitlane de cor de rosa.

Os comentadores e jornalistas da Sky Sports muniram-se de bolas de vento cor de rosa

Stoffel Vandoorne (McLaren) manifestou o apoio nas suas luvas...

A Renault de forma aerodinâmica.