Kobe Bryant, a antiga estrela dos Los Angeles Lakers, foi convidado pela Ferrari para visitar as instalações da marca italiana e testar dois dos carros mais rápidos, o F12 Berlinetta TdF e o GTC4Lusso.

O antigo jogador de basquetebol, atualmente a gozar o seu primeiro ano de reformado, rodou em Fiorano, o circuito privado da Ferrari, aos comandos do F12 Berlinetta TdF, uma edição especial capaz de alcançar os 100 km/h em apenas 2,9 segundos.

Limitado a apenas 799 unidades, o F12 TdF, que significa Tour de France, não a maratona ciclística, mas a competição de estrada que a Ferrari venceu nos anos 50 e 60 com o 250 GT Berlinetta, é apresentado pela Ferrari como um carro de extremo que está perfeitamente à vontade em pista.

O motor é o mesmo V12 6.3 naturalmente aspirado mas 780 cv às 8500 rpm (mais 40 cv que o F12 Berlinetta convencional) e 705 Nm (mais 15 Nm) de binário máximo às 6750 rpm.

Seguiu-se uma volta por Maranello e arredores, desta vez aos comandos de um GTC4 Lusso, o modelo que substitui o antigo FF e que alia ao motor V12, de 689 cv, tração e direção às quatro rodas.

A última paragem do atleta foi uma sessão de fotos ao lado do mais acessíveis California T e 488 GTB, frente ao antigo escritório do fundador Enzo Ferrari, hoje transformado em museu.

Não se sabe se Kobe terá aproveitado a oportunidade para reforçar a garagem, mas mostrou grande interesse sobre as diferentes possibilidades de personalização dos modelos.