A Tesla Motors admite reforçar a gama, atualmente composta pelo Model S, Model X e futuramente pelo Model 3, com o lançamento de um SUV compacto, uma pick-up e até autocarros alimentados a eletricidade.

A ofensiva de produto faz parte do plano “Master Plan, Parte Dois”, no qual o CEO da empresa norte-americana revela que a Tesla pretende estar presente em todos os segmentos de mercado.

“Atualmente estamos presentes em dois segmentos relativamente pequenos, o das berlinas premium e SUVs. Com o lançamento do Model 3, de um futuro SUV compacto e de uma inédita pick-up, pretendemos ir mais longe”, afirmou o empresário, que descartou a produção de um veículo mais barato do que o Model 3.

Musk assegurou ainda que “todos os veículos da Tesla terão o hardware adequado para poderem ser conduzidos de forma autônoma com capacidade operacional à prova de falhas”.

O responsável tem ainda em vista um modelo de negócio que permita que o dono do carro ganhe dinheiro com o carro quando este não está a ser utilizado.

A ideia de Musk poderá passar pela criação de um serviço semelhante à Uber, numa frota de carros autónomos que incluirá autocarros e camiões.

A verdade é que Elon Musk pretende que a Tesla seja mais do que apenas um fabricante de automóveis, podendo alargar o âmbito do seu negócio aos comerciais e mesmo ao “car sharing” de carros autónomos.

Musk promete adiantar mais detalhes sobre os seus planos no decorrer do próximo ano, quando deverão ser mostrados os estudos dos futuros modelos.