A empresa chinesa Hanergy, que trabalha em energias renováveis (solar, eólica e hídrica), apresentou quatro protótipos de carros elétricos com painéis solares fotovoltaicos.

Estes automóveis podem ser carregados enquanto estão a ser conduzidos ou também podem ser ligados a estações de eletricidade para viagens mais longas ou quanto o sol estiver nublado. O objetivo é iniciar a produção em série nos próximos três anos.

Ao todo, quatro propostas de automóveis diferentes com configurações distintas: Solar O, Solar L, Solar A e Solar R. Um utilitário, um monovolume, um familiar e um desportivo.

Todos têm como curiosidade o facto de poderem ser carregados em andamento com a luz solar, além do carregamento tradicional através da rede elétrica.

No Solar A, por exemplo, é possível percorrer até 80 km com o recurso apenas aos painéis solares. Combinado com a energia acumulada nas baterias, a autonomia pode chegar aos 350 km por carga.

Contudo, o carregamento via painéis solares colocados no tejadilho e capô do carro precisam entre 5 a 6 horas para carregarem, o o que “corresponde às necessidades das viagens em cidade em circunstâncias normais”, refere a Hanergy em comunicado.

A superfície dos painéis solares pode ainda ser aumentada quando o veículo está parado para permitir um carregamento mais rápido. Existem duas maneiras de o fazer: utilizando temporariamente as janelas como painéis extras, ou desdobrando os painéis solares do tejadilho (estilo estação espacial).

Desta forma, os painéis do Hanergy Solar A podem ser alargados a 7,5 metros quadrados, permitindo uma carga solar completa em cinco horas.

Para já não há preços para a sua comercialização, mas a Hanergy tem como objetivo apresentar soluções comercializáveis nos próximos três anos.