A Aston Martin apresentou nesta quinta-feira o conceito para pista do Valkyrie, o hiperdesportivo que a marca britânica desenvolveu em parceria com a equipa de Fórmula 1 Red Bull e AF Racing.

Concebido pelo responsável da aerodinâmica da Red Bull, Adrian Newey, o Aston Martin Valkyrie AMR Pro terá apenas 25 unidades. E todas já estão vendidas.

As mudanças mais evidentes em relação ao Valkyrie de estrada estão no exterior com uma revisão das superfícies aerodinâmicas para melhoria da pressão aerodinâmica com o aumento das asas frontais e traseiras para o comportamento em pista.

A Aston Martin promete melhorias no desempenho do motor Cosworth de 6.5 litros V12 naturalmente aspirado, agora recalibrado e menos restringido aos sistemas de controlos de emissões; mas ainda não revela prestações.

O recurso extensivo à fibra de carbono colabora na redução do peso de um carro com pneus de 18 polegadas (como os do Mundial de endurance). Aspirando a um desempenho semelhante aos carros LMP1 ou F1, o Valkyrie AMR Pro prevê uma velocidade de ponta na ordem dos 400 km/h.

Para guiar um destes AMR Pro não basta ter tido o dinheiro e o poder de antecipação para ser um dos exclusivos compradores. Os 25 futuros donos do carros que chegarão em 2020 passarão por um programa intensivo de condução que incluirá testes em simuladores nas instalações da Aston Martin Red Bull Racing F1; bem como por um programa de preparação física.