A primeira pick-up de uma tonelada da Renault chama-se Alaskan e chega algures em 2017. O modelo, cujo nome tem origem na palavra inuit “Alaska”, que significa “Grande Terra”, tem por base a Nissan Navara NP300, e estará disponível em versões 4×2 e 4×4.

O motor é o mesmo da Navara, ou seja, um 2.3 dCi de quatro cilindros turbodiesel disponível em duas variantes, de 160 e 190 cv. Estes podem ser associados a uma caixa manual de seis velocidades ou automática de sete relações.

Conta com um diferencial autoblocante eletrónico, sistema de ajuda ao arranque em declive e controlo de descida.

O interior é decalcado do da Navara, sem alterações de relevo, à exceção do volante, destacando-se pelo visor de 5 polegadas, que permite integração com smartphone.

A produção terá lugar em Cuernavaca, no México, mas também em Barcelona, em Espanha, e em Córdoba, na Argentina.