A FIAT Chrysler Automobiles (FCA) anunciou que está disposta a pagar a hackers (piratas informáticos) que descubram falhas de segurança nos automóveis da marca.

Esta é uma política preventiva para encontrar «cibervulnerabilidades» nos carros antes de estes serem disponibilizados aos consumidores; programa a que também outras multinacionais já recorreram.

Quem descobrir uma vulnerabilidade na segurança dos veículos receberá entre 150 e 1.500 dólares (entre cerca de 134 euros e 1.344 euros), de acordo com a importância e o impacto da falha detetada.

A FIAT Chrysler recorreu à plataforma Bugcrowd para gerir este programa de atribuição de recompensas a quem encontrar falhas de «cibersegurança» nos carros.

A Bugcrowd é uma plataforma cujos utilizadores registados são especialistas em testar a segurança das empresas.