“Algo de muito especial”, é como a BMW designa esta maravilha que estreou oficialmente no Concurso de Elegância de Pebble Beach, na Califórnia. O BMW 2002 Hommage Turbomeister não só presta homenagem ao saudoso 2002 Turbo como ainda a uma das decorações de competição mais icónicas da BMW.

O bólide surge na mesma tonalidade cor de laranja dos carros que competiram ao serviço da equipa Jägermeister Racing na década de 1970. A única diferença é que a denominação passa a ser “Turbomeister” e não o original “Jägermeister”.

A explicação por estar no facto de o nome original ser o de uma marca de bebidas alcoólicas alemã, ou então (ou ao mesmo tempo) uma homenagem ao primeiro modelo primeiro carro de série europeu com turbo.

O protótipo, que faz suspirar os entusiastas dos carros de competição da BMW, surge, de resto, como uma reinterpretação do 2002 Hommage que em maio fez furor no Concorso d’Eleganza de Villa d’Este. A base é o M2, utilizando o mesmo motor e chassis, mas a carroçaria foi profundamente alterada para ganhar um ar “retro”.

Destaque para os enormes spoilers nas extremidades e as entradas de ar volumosas, bem como as cavas das rodas bastante pronunciadas remetem para o histórico antepassado que inspirou o 2002 Hommage.

“Com este icónico desenho o carro apresenta um esquema de cores sinónimo de muitos sucessos e triunfos para muitos aficionados do automobilismo”, disse Karim Habib, chefe do departamento de design da BMW.

A BMW não avança quaisquer dados sobre motorizações ou números de performance, mas o M2, com 370cv, é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em apenas 4,3 segundos. A velocidade velocidade está limitada eletronicamente a 250 km/h (chegando a 270 km/h com o pack M Driver).