O resultado não surpreende, mas confirma aquilo que se suspeitava. Os carros alemães são os preferidos dos assaltantes, segundo um estudo do site stolencars24 que elaborou uma pesquisa sobre as marcas de carros mais envolvidas em casos de carjacking na Europa.

Os dados revelam que, em 2016, a “preferida” pelos assaltantes, com 22 por cento dos casos, foi a Volkswagen, o que também se pode explicar pelo facto de ser a mais vendida.

Em segundo, com 12 por cento dos roubos, estão empatadas a Audi e BMW, seguindo-se a Mercedes, com 9 por cento, ou seja, quatro marcas alemãs nos quatro primeiros lugares.

Com 4 por cento dos casos registados estão a Ford, Skoda e Renault. A fechar a lista das marcas mais "assaltadas" estão a Toyota e Seat com 3 por cento.

O objetivo do site stolencars24 é ajudar quem compra carros usados a conferir se os mesmos foram roubados na Europa e, caso se verifique que a viatura foi roubada, através deste site pode alertar o lesado.

Em Portugal, a situação é muito semelhante, sendo que a Mercedes-Benz, BMW, Audi, Volkswagen e Seat são os “preferidos” dos ladrões.

Na Europa, a Alemanha é a que regista o maior número de roubos de carros, seguindo-se a Áustria, Itália, Reino Unido e França.