O mundo despediu-se deles este ano. Contudo, o legado destes músicos permanece. Desde a lenda do rock & roll Chuck Berry, até Zé Pedro, fundador dos Xutos & Pontapés, a música nacional e internacional perdeu grandes nomes em 2017.

Relembre aqui alguns deles e as músicas que não iremos esquecer:

Chuck Berry

Foi encontrado morto a 18 de março. Cantor e guitarrista norte-americano, foi um dos pioneiros no rock & roll. Começou a carreira aos 15 anos e morreu com 90.

Chris Cornell

Foi a 17 de maio que morreu, em Detroit. O músico de 52 anos foi vocalista das bandas Soundgarden e Audioslave. Chris foi encontrado pela polícia num quarto de hotel pendurado com uma corda ao pescoço, logo após ter dado um concerto.

Chester Bennington 

O vocalista dos Linkin Park morreu aos 41 anos. Foi encontrado morto em casa, em Los Angeles, no dia 20 de julho. O músico enfrentava uma batalha com dorgas e álcool, da qual sempre falou abertamente, sendo que muitas das músicas da banda eram inspiradas neste problema. 

Tom Petty

O músico morreu no dia 2 de outubro, depois de ter estado hospitalizado em estado crítico. Tinha sido, no dia anterior, encontrado em casa, inconsciente e sem conseguir respirar, após ter sofrido um ataque cardíaco. Este ano, assinalava os 40 anos de carreira com a banda The Heartbreakers. 

Chuck Mosley

O músico morreu no dia 9 de novembro, com 57 anos. Foi vocalista dos Faith No More entre 1984 e 1988, sendo depois substituído por Mike Patton até hoje. No ano passado, o cantor juntou-se de novo à banda para dois concertos. 

Zé Pedro

O vocalista português dos Xutos & Pontapés morreu a 30 de novembro, vítima de doença prolongada. O guitarrista e fundador da banda tinha 61 anos. Com um passado marcado pelo consumo de dorgas, foi submetido, em 2011, a um transplante de fígado. 

Johnny Hallyday

O pai do rock & roll francês tinha 74 anos. Morreu no dia 6 de dezembro, em Paris, vítima de cancro no pulmão, doença que anunciou publicamente em março deste ano. Conta com uma carreira de mais de 50 anos e mais de 900 canções.