Mais de 50 artistas portugueses, entre os quais Carminho, Miguel Araújo, Carlão, Sara Tavares, Ala dos Namorados e Ana Free, vão atuar no palco da Volvo Ocean Race, evento náutico que decorre até 7 de junho, em Lisboa.

A Volvo Ocean Race, a maior regata à volta do mundo e um dos maiores eventos náuticos mundiais, foi oficialmente inaugurada esta segunda-feira e, a doca de Pedrouços vai acolher vários concertos, exposições, feiras e muitas atividades e passatempos gratuitos.

Durante os 14 dias do evento, vão passar pelo palco da Volvo Ocean Race nomes como Frankie Chavez, Legendary Tiger Man, Blasted Mechanism, Mikkel Solnado e ainda DJ Sets de Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés, Legendary Tiger Man e Carolina Torres, entre outros.

Esta segunda-feira à noite, um espetáculo de fogo de artifício sucede ao concerto da Banda da Armada, de acordo com o programa da iniciativa.

No dia 26, atuam Prana e Frankie Chavez, a 27, a Ala dos Namorados e João Gil, depois do espetáculo de Os Improváveis, no dia 28, a Brass Wires Orchestra e o Capitão Fausto, um dia antes dos concertos de Custódio Castelo e da fadista Carminho.

No próximo fim de semana, 30 e 31 de maio, atuam, no sábado, Miguel Araújo e The Bold and the Brave, e, no domingo, Rui Unas, Van Breda e Carolina Torres, em "sets" de DJ.

For Pete Sake e Carlão abrem os concertos de junho, no dia 01, sucedendo-se, até ao último dia da Ocean Race em Portugal, Ana Free e Mikkel Solnado (dia 02), Banda B'Leza e Sara Tavares (dia 03), Souls of Fire e Bezegol (dia 04), e Zé Pedro, dos Xutos & Pontapés, e Legendary Tigerman, nos dois 'DJ set' da noite de sexta-feira, 05 de junho.

A 6 de junho, na última noite da Ocean Race em Lisboa, ainda de acordo com a informação da página da iniciativa na internet, atuam os Blasted Mechanism.

Além dos vários concertos, o público pode ver os barcos das sete equipas e como se preparam para a competição, naquele que é considerado o quinto maior evento desportivo do mundo.

As atividades no recinto envolvem ainda "graffiti", exposição de Carros Clássicos Volvo e passatempos vários, do "batismo de mergulho" ao "batismo de vela".

Em 2012, o evento foi visitado por 220 mil pessoas e gerou mais de 30 milhões de euros, esperando que este ano o número de visitantes atinja o meio milhão.

A passagem da regata por Lisboa representa um investimento conjunto da Câmara de Lisboa, da Administração do Porto de Lisboa e da empresa responsável pelo evento, Urban Wind, de quatro milhões de euros.