A Espanha, quarta economia da zona euro, está «a melhorar nitidamente» graças ao dinamismo das exportações, mas o desequilíbrio das finanças públicas continua a ser a principal fraqueza, afirmou hoje a agência de notação financeira Moodys.

«A economia espanhola está atualmente num processo de nítida melhoria», refere a agência de rating norte-americana.

As exportações continuam a ser o principal motor do crescimento, acrescenta a agência, que diz esperar que a procura interna contribua também de forma positiva para o crescimento, a partir deste ano.

A Moodys assinala, no entanto, que «o elevado défice orçamental e, consequentemente, o aumento da taxa de dívida pública continua a ser a principal fraqueza da Espanha em matéria de crédito».

O país acaba de sair da recessão, mas o desemprego continua a ser de 26,03%.

Estas observações foram feitas dois meses após a decisão da Moodys de aumentar a nota de Espanha para Baa2, com uma perspetiva positiva.