O índice acionista de referência fechou a cair 1,21% com as quedas da banca e das energéticas, em linha com o sentimento negativo numa Europa preocupada por rumores renovados de um eventual default da Grécia.

Segundo a Reuters, o índice FTSEurofirst300, composto pelas 300 maiores cotadas do continente, caiu 0,49%.

Atenas liderou as quedas, com uma desvalorização de 2,24%, pressionada pelo sector da banca, que tombou 8,28%.

A Reuters lembra que o Financial Times noticiou que Atenas poderá reter pagamentos totalizando cerca de 2.500 milhões de euros (ME) devidos ao FMI em Maio e Junho, caso não chegue a acordo com os parceiros internacionais sobre o pacote reformas para libertar novos fundos.

«A Grécia não está a preparar qualquer default de dívida e o mesmo se aplica aos credores. As negociações estão a proceder suavemente para uma solução mutuamente benéfica», disse o gabinete do primeiro-ministro, Alexis Tsipras, em comunicado.

A verdade é que o país está numa corrida contra o tempo para convencer os credores da credibilidade de um pacote de reformas que liberte a crucial ajuda financeira.

Na quinta-feira passada os vice-ministros das finanças dos países da zona euro deram seis dias úteis à Grécia para melhorar as reformas propostas, para serem discutidas no Eurogrupo de 24 de Abril.

«Mesmo com um desmentido oficial, os investidores permanecem preocupados pelos riscos de um default grego», disse John Plassard, trader sénior de ações na Mirabaud Securities.

No mercado secundário de dívida, a yield das Obrigações do Tesouro gregas a 2 anos disparam 212 pontos base (pb) para 23,388%, enquanto na maturidade a 10 anos sobem 42 pb para 11,924%.

Os 10 anos de Portugal sobem 7 pb para 1,765% e os de Espanha 4 pb para 1,282%.

Portugal leiloa amanhã um total de 1.000-1.250 ME em Bilhetes do Tesouro a 3 e 11 meses.

Apesar do cenário negativo na Europa, o dia está também a ser marcado pelo regresso da 'febre' das fusões e aquisições, depois da finlandesa Nokia ter anunciado que está em conversações avançadas para adquirir a francesa Alcatel-Lucent.

Do outro lado do Atlântico, os índices seguem mistos, com o Nasdaq a recuar 0,43%, o Dow Jones a subir 0,19%.