A maioria dos investidores (60 por cento) pensa que o crude terminará acima dos 50 dólares, no final deste ano. Segundo dados de uma conferência realizada pelo Barclays Capital (BarCap) enviados à Agência Financeira, com uma visão diferente estão 10% que estimam o preço do «ouro negro» acima dos 70 dólares, contra 5% que pensa que deverá negociar abaixo dos 30 dólares.

OPEP defende petróleo a preços mais altos

Nos últimos 12 meses, foram poucos os investidores que diminuíram a exposição da sua carteira de investimentos a matérias-primas. No entanto, 79% dos participantes na conferência planeia iniciar ou aumentar a exposição em matérias-primas nos próximos três meses.

Mais de 30% dos investidores espera que o retorno médio anual das matérias-primas nos próximos cinco anos seja entre 5 a10% e 35% esperam um retorno médio superior a 10% ao ano.

Os investidores estão agora apreensivos quanto ao desenrolar desta crise que afecta o Mundo todo. «A grande preocupação de curto-prazo dos investidores é o potencial para uma continuação da deterioração dos fundamentais nas matérias-primas».

Os investimentos feitos em 2009 estão a ser feitos através de produtos long-short e de estratégias activas de gestão de activos sobre investimentos longos.

Saiba tudo sobre Mercados aqui