Os preços do petróleo estão nesta tarde de quinta-feira a valorizar nos mercados internacionais. Em Nova Iorque, a matéria-prima está mesmo a subir mais de 2 dólares.

A impulsionar o preço do «ouro negro» na maior economia do Mundo está a divulgação das reservas petrolíferas, referentes à semana passada.

Segundo divulgou na quarta-feira o Departamento de Energia norte-americano (DoE), os inventários da gasolina diminuíram em 3,322 milhões de barris. Note-se que as previsões apontavam para que estes stocks se mantivessem praticamente inalterados.

A par disto, foi também divulgado que o consumo, em média, situou-se nos 9 milhões de barris diários ao longo das últimas quatro semanas. Esta situação reflecte a descida do preço da gasolina em vários postos de abastecimento.

Gasolineiras nacionais baixam preço dos combustíveis

Nota ainda para a valorização das principais bolsas mundiais que estão a impulsionar o preço da matéria-prima. Conforme disse um analista à agência «Bloomberg», «faz sentido que o mercado petrolífero esteja a negociar com as bolsas porque elas são um indicador do crescimento económico».

Neste momento, o Brent do Mar do Norte, que serve de referência às importações portuguesas está a avançar 1,68 dólares para 45,97 por cada barril.

No mercado nova iorquino, o crude para entrega em Março está a somar 2,63 dólares para 45,13 por barril.