De Rita Ferro, o seu diário «Veneza pode esperar» muito interessante e divertido. Primeiro volume