De um bom romancista moçambicano «O Velho e o Mato» de Sérgio Veiga