O Ferrari que Michael Schumacher conduziu durante a temporada de 2001, em que venceu os títulos de F1 de condutores e construtores para a escuderia italiana, vai a leilão a 16 de novembro, em Nova Iorque. Trata-se de um dos carros mais icónicos deste século e os interessados em comprá-lo puderam vê-lo de perto durante um evento em Hong Kong.

O Ferrari F2001 tem o chassis 211 e foi utilizado pelo corredor alemão em três corridas nesse ano, saindo vencedor de duas delas: o Grandes Prémios do Mónaco e da Hungria. A RM Sotheby, organizadora do leilão, estima que o carro possa ser vendido por mais de 3.3 milhões de euros.

"Este mesmo carro garantiu à Ferrari o 11.º título de uma série recordista de quinze campeonatos de construtores e a Michael Schumacher o quarto de uma série inigualável de sete campeonatos de F1, colocando-o entre os melhores dos melhores do desporto motorizado", referiu Ken Ahn, presidente da RM Sotheby.

A organização acrescenta ainda que o F2001 está em condições de correr em eventos de corrida vintage e que pode ser guardado pela Ferrari em Maranello. Além disso, a Ferrari responsabiliza-se pelo transporte do carro para os eventos de corrida no mundo inteiro.