A coligação PSD/CDS-PP para as legislativas, designada "Portugal à Frente", apresentou, esta quinta-feira, a sua Comissão Política Nacional, que é composta por treze dirigentes de cada partido e seis "personalidades convidadas".

Este órgão executivo da coligação "Portugal à Frente", chefiado pelos presidentes do PSD e CDS-PP, Pedro Passos Coelho e Paulo Portas, reuniu-se esta quinta-feira pela primeira vez, num hotel de Lisboa.

A lista de "personalidades convidadas" inclui a reitora da Universidade de Évora, Ana Maria Costa Freitas, o presidente da Associação Cultural do Porto, Nuno Botelho, e o vice-presidente do Conselho Económico e Social Europeu Gonçalo Lobo Xavier.

Carlos Gomes Nogueira, gestor, Patrícia Salvação Barreto, membro do conselho de administração da Fundação de Arte Moderna e Contemporânea "Coleção Berardo", e Rita Valadas, administradora do Departamento de Ação Social da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, completam a lista de convidados.

A comissão inclui dez dirigentes nacionais e três dirigentes das estruturas autónomas de juventude, de trabalhadores e de autarcas de cada um dos partidos. Destes 26 elementos, seis têm funções específicas.

O secretário-geral do PSD, José Matos Rosa, é diretor de campanha, e a vogal da Comissão Política do CDS-PP Cecília Meireles é diretora de campanha adjunta.

O secretário-geral do CDS-PP, António Carlos Monteiro, é mandatário financeiro, e o secretário-geral adjunto do PSD Lélio Lourenço é mandatário financeiro adjunto.

O vice-presidente do PSD José Matos Correia e a vice-presidente do CDS-PP Assunção Cristas são responsáveis pelo programa eleitoral.

Em comunicado, a coligação anunciou que vai realizar um conjunto de sessões temáticas sob o lema "Portugal no caminho certo", que se iniciarão no próximo sábado e decorrerão durante as próximas semanas. Nestas sessões a coligação pretende prestar "contas do trabalho efetuado nos últimos quatro anos de Governo", bem como recolher "contributos para o Programa Eleitoral".