O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, afirmou este domingo, em Seia, que o partido não fará acordos com o PS «para prosseguir a política de direita».

«O que o PS não pode esperar é que o PCP dê o seu acordo ou apoio a medidas e políticas que vão contra os interesses, aspirações e direitos do povo e do país. Não. Não há acordos de esquerda para prosseguir a política de direita. Temos esse compromisso com o povo, com o povo manteremos esse mesmo compromisso», afirmou Jerónimo de Sousa.

O secretário-geral do PCP, que falava na sessão de encerramento da VIII Assembleia da Organização Regional da Guarda do PCP, no Centro de Interpretação da Serra da Estrela, em Seia, afirmou ainda que «o atual PS, que se apresenta a dar ares de viragem à esquerda e a colocar o contador das responsabilidades a zero», não tem nada de novo a dizer «em relação a questões que são vitais para a concretização de uma política alternativa».