A presidente da Reserva Federal (Fed) dos EUA, Janet Yellen, defendeu na que a economia europeia continua a ser um perigo para o resto do mundo devido ao seu crescimento extremamente vagaroso e baixa inflação.

«Este é um dos vários riscos da economia mundial e esperamos que (os dirigentes europeus) consigam fazer subir o ritmo de crescimento e a inflação», disse Yellen, citada pela Lusa, em conferência de imprensa, depois de terminar uma reunião de dois do comité de política monetária da Fed.