logotipo tvi24

Surto de «doença mãos, pés e boca» na Terceira

Vírus está a levar 15 a 20 crianças por dia ao hospital daquela ilha açoriana, mas pediatra diz que também há casos no continente

Por: tvi24 / CM    |   2014-01-24 17:42

Um surto do vírus coxsackie, comumente apelidado de «doença mãos, pés e boca», está a levar 15 a 20 crianças por dia às urgências do hospital da ilha Terceira, disse esta sexta-feira à Lusa o responsável pelo serviço de pediatria.

A situação, segundo o diretor do serviço de pediatria do hospital, Francisco Gomes, começou «há uma semana».

O especialista, que refere não existir, até à data, qualquer internamento relacionado com este surto, alerta para o facto de se tratar de «uma doença benigna».

«Apesar de altamente contagiosa, é uma doença que tem uma evolução positiva, basta acompanhar os sintomas», disse.

O médico explicou tratar-se uma doença «pouco comum», que geralmente regista «um a dois casos por ano» na Terceira, mas que presentemente tem tido muita expressão não só na ilha, como em território continental. «Já falei com colegas do continente que têm situações semelhantes», afirmou.

A nível dos Açores, o surto regista-se, aparentemente, somente na ilha Terceira, uma vez que, contactados pela Lusa, o Hospital do Divino Espírito Santo de Ponta Delgada (HDESPD) e o Hospital da Horta (HH) confirmam não ter qualquer ocorrência da doença.

Em novembro, este vírus levou dezenas de crianças à unidade hospitalar da ilha de São Miguel, tendo decrescido as ocorrências ao longo do mês seguinte até à sua atual inexistência.

Pertencente à família dos enterovírus, o coxsackie, altamente transmissível através de contacto com as secreções do nariz, garganta e boca, afeta sobretudo a população infantil, crianças entre os 3 e os 10 anos.

Além de febre, os principais sintomas são lesões cutâneas, borbulhas, que, como indica o seu nome, surgem ao redor da boca, nas mãos e pés, e que evoluem para vesículas num período entre 3 a 6 dias.

Partilhar

Portuguesa assassinada em Nova Iorque
Mulher de 36 anos vivia desde os 20 nos Estados Unidos
PSP: menos suplementos, mas o mesmo salário
Governo quer apenas três ou quatro suplmentos na PSP. Miguel Macedo iniciou hoje reuniões com sindicatos da PSP sobre novo estatuto
Encargos com remédios para diabetes «aumentaram 400%»
Estudo do Infarmed dá conta de 575 mil euros por dia em remédios da doença
EM MANCHETE
BES desconvoca Assembleia Geral de Acionistas
Ações caem mais de 12% após anúncio. Legitimação da equipa de Vítor Bento não está em causa. Banco deve acumular prejuízos de 3 mil milhões de euros
Portugal suspende representação diplomática na Líbia
Diretores de serviço do Garcia de Orta denunciam situações graves