«Creio que sabem que terão enormes custos, consequências e implicações se decidirem continuar», assegurou Brennan numa entrevista à Fox News.

As declarações do chefe da CIA ocorrem após a intensificação do diálogo entre o Irão e os representantes do Grupo 5+1 (China, Estados Unidos, França, Reino Unido e Rússia mais Alemanha), nas últimas semanas, para chegar a acordo sobre o programa nuclear iraniano antes de 31 de março.