Os corpos de pelo menos quarenta jovens mortos a tiro, muitos à queima-roupa, foram encontrados este sábado de manhã nas ruas de Bujumbura, relataram testemunhas entrevistadas pela agência France Presse ao telefone.

Moradores de vários bairros acusaram a polícia de ter detido na sexta-feira todos os jovens, agora encontrados, e de os ter executado deliberadamente, várias horas após o ataque de insurgentes contra três acampamentos militares na capital do Burundi.

Na zona de protesto de Nyakabiga, no centro de Bujumbura, jornalistas e várias testemunhas relataram ter visto 20 corpos de pessoas assassinadas a tiro, algumas delas à queima-roupa.