Vários ataques simultâneos na província de Sinai, no Egito, provocaram pelo menos 25 mortos e 36 feridos, esta quinta-feira. De acordo com a Associated Press, que cita a televisão estatal egípcia, os ataques tinham como alvo a polícia e as forças militares do país. 

As autoridades egípcias afirmaram que os atentados envolveram um carro-bomba e vários morteiros e atingiram uma base militar, um hotel e um edifício da polícia.

A maioria das vítimas mortais são militares.

O braço do Estado Islâmico no país, conhecido como Ansar Beit al-Maqdis, já reivindicou o ataque, numa conta do Twitter ligada aos jihadistas. A organização tem efetuado vários ataques contra a polícia e o exército na região.