Quatro ataques aéreos foram lançados contra partes da cidade síria de Aleppo controladas pelos rebeldes que se opõem ao Governo de Bashar al-Assad, os primeiros desde que o acordo de cessar-fogo foi implementado.

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, citado pela agência de notícias AFP, há feridos, mas a contabilização das vítimas ainda não está feita.

O Observatório também não estava ainda preparado para identificar quem levou a cabo estes ataques, os primeiros a violar o acordo de cessar-fogo, alcançado entre os Estados Unidos e a Rússia no passado dia 9.

O acordo de cessar-fogo na Síria, apresentado como a “última oportunidade” para fazer sair o país do caos, entrou em vigor na semana passada.

O pacto de tréguas foi acordado entre a Rússia e os Estados Unidos, apoiantes do regime e dos rebeldes respetivamente, em mais um esforço para acabar com cinco anos de uma guerra devastadora.

A guerra na Síria já fez mais de 300.000 mortos desde que começou, em março de 2011, segundo um novo balanço do Observatório Sírio dos Direitos Humanos, que contabilizou quase 9.000 pessoas mortas no último mês.

Das 301.781 pessoas mortas, mais de 86.000 eram civis.