O  presidente da Zâmbia morreu esta terça-feira à noite num hospital londrino. A confirmação oficial chegou pela televisão estatal, na voz da presidente do parlamento.


Michael Sata tinha 77 anos e estava a ser tratado no Reino Unido a um problema de saúde que não foi revelado, de acordo com a BBC. 


Alguns media adiantam que o antigo chefe de Estado sofreu um ataque cardíaco neste processo. 


O gabinete de crise zambiano vai reunir-se esta quarta-feira de emergência, de modo a decidir quem será o sucessor de Michael Sata. 


A morte de Sata chega poucos dias depois do país ter celebrado o seu 50º aniversário da independência do Reino Unido.


Sata era presidente da Zâmbia desde 2011 e era conhecido como o «Rei Cobra» pela sua língua afiada.