O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, foi o último convidado de Zach Galifianakis no seu falso «talk-show» «Between Two Ferns».

Galifianakis, ator mais conhecido por participar na série de filmes «A Ressaca», conduz uma espécie de entrevista ao presidente dos EUA, onde as perguntas são feitas em tom insultuoso, exatamente para arrancar o tipo de humor frontal que caracteriza o programa.

Ainda que o programa não seja improvisado, Obama esteve à altura e respondeu ao apresentador com o mesmo tipo de «insultos» que Zach tentou passar para o presidente.

Por exemplo, quando Galifianakis questionou Obama sobre uma possível terceira candidatura sua às eleições, o presidente respondeu que «seria como o filme A Ressaca III, não funcionaria muito bem».

Galifianakis chamou, ainda, Obama de «Nerd», e avisou-o que com o terminar do seu mandato as pessoas não o vão deixar continuar ganhar a jogar basquetebol. O presidente não se acanhou e disse que nunca poderia ser um «Nerd», pois a sua mulher nunca gostaria de um homem assim.

O apresentador ainda perguntou por que país Obama estava a torcer nos jogos olímpicos, e tocou na polémica do «Obamacare» [o sistema de saúde criado por Barack] que não funcionou, segundo o apresentador, porque o website foi desenhado pelo «tipo» que criou o «Zune» [leitor de música da Microsoft descontinuado].

O sistema de saúde, que Obama quer ver chegar aos jovens [público-alvo do vídeo], foi, aliás, a base para aceitar o convite de Zach. Como implica o apresentador ao dizer a meio da entrevista: «vamos tirar isto do caminho, o que veio cá promover?».

A entrevista termina com o presidente a «descobrir» que os programas de Zach têm sido gravados na casa Branca, sob a autorização de George Bush.



A participação de Obama no programa de comédia já está a gerar controvérsia, com algumas personalidades do partido republicano a criticarem a sua falta de disponibilidade para discutir o sistema de saúde com a oposição.