As autoridades chinesas reabriram a cidade de Yumen, na província de Gansu, no noroeste do país, depois de terem confirmado não existir qualquer outro caso de peste que provocou a morte a um residente de 38 anos.

O homem morreu há uma semana e as autoridades decidiram fechar a cidade com cerca de 30.000 habitantes para estudos de despistagem da doença.

Não foram, contudo, encontrados outros casos e as autoridades decidiram reabrir a cidade.