A filha do ex-espião russo Sergei Skripal já teve alta hospitalar, avança a BBC nesta terça-feira.

Yulia, de 33 anos, que estava com o pai quando os dois foram encontrados inconscientes num banco de um centro comercial na cidade inglesa de Salisbury, foi levada para um local seguro, ainda na segunda-feira.

Na semana passada, em comunicado divulgado através das autoridades britânicas, Yulia anunciou que estava a recuperar.

Sergei Skripal, de 66 anos, continua internado, mas a "melhorar rapidamente".

Pai e filha deram entrada no hospital no passado dia 4 de março depois de terem sido expostos ao agente nervoso identificado como Novichok, produzido na Rússia.

O hospital de Salisbury vai emitir um comunicado a qualquer momento, indica a agência noticiosa PA.

Yulia e o pai foram encontrados caídos num banco. As suspeitas de que teriam sido envenenados com um agente tóxico levou a uma acusação das autoridades britânicas à Rússia e a uma recente expulsão de diplomatas russos, por parte de vários países ocidentais.