O ministro das Finanças grego foi atacado por um grupo de anarquistas num restaurante em Atenas, na terça-feira à noite.

Em comunicado, citado pela Reuters, Yanis Varoufakis conta que estava a jantar com a mulher e amigos quando um grupo entrou no restaurante e exigiu que saíssem “da sua zona”. 

O restaurante situava-se no bairro de Exarchia, onde ocorrem muitos protestos de anarquistas.

O grupo atirou-lhe então com objetos de vidro, mas a esposa, Danae Stratou, abraçou-o, fazendo de escudo e bloqueando o ataque.
 

Os anarquistas tentaram “durante alguns segundos alcançar-me sem lhe acertar”. Depois, “retiraram-se rapidamente enquanto continuavam a fazer ameaças” e “esperaram por nós fora do restaurante”.


O casal saiu então do restaurante, para tentar abandonar o local de mota.
 

“Falei com eles, disse-lhes que os queria ouvir, mesmo que isso significasse que eu fosse agredido. Depois de 15 minutos de uma conversa violenta mas pacífica, acalmaram”.


Varoufakis acrescentou que, pelo que percebeu, o grupo queria envergonhá-lo e não deixá-lo ferido.