As autoridades chinesas divulgaram este sábado que o número de mortos no naufrágio de um barco no rio Yangtsé, na China, na segunda-feira, subiu para 396 e outras 46 pessoas continuam desaparecidas.

As autoridades já tinham divulgado que havia apenas 14 sobreviventes entre as 456 pessoas que iam a bordo da embarcação.

O novo balanço de vítimas mortais ampliou-se de forma notável desde que as equipas que trabalham no local do naufrágio no Yangtsé, o maior rio do país, conseguiram, na sexta-feira, depois de várias manobras, aceder ao navio, informou a agência chinesa de notícias Xinhua.

O número de vítimas mortais não tem parado de aumentar nas últimas horas.