Os crimes xenófobos aumentaram quase 40% no leste da Alemanha em 2014, segundo números oficiais divulgados esta terça-feira.

Os dados, que dizem respeito tanto a ataques contra imigrantes como contra cidadãos alemães de origem estrangeira, mostram diferenças de atitude entre o leste e o oeste do país, reunificados há 25 anos.

Embora a população do leste da Alemanha seja apenas um quinto do total, quase metade dos crimes racistas (61 de 130) foram cometidos nessa parte do território, segundo uma resposta escrita do Ministério do Interior a um deputado dos Verdes (oposição).

Em 2013 registaram-se apenas 43 crimes do género no leste.

Os crimes são, na maioria das vezes, direcionados contra refugiados, como são exemplo os casos de fogo posto a casas ou abrigos que abrigam migrantes.