A empresária Winnie Ho, irmã do magnata do jogo de Macau Stanley Ho, morreu vítima de doença aos 95 anos, em Hong Kong, noticiou na sexta-feira o jornal South China Morning Post.

Figura controversa, Winnie Ho dominou a atenção pública pelas disputas de dinheiro com o irmão, no início deste século. Ao todo, Winnie moveu mais de 30 processos contra o irmão por restituição de dinheiro, difamação e controlo de ações.

De acordo com a porta-voz, Donna Yau, citada pelo diário, a empresária morreu num hospital de Hong Kong a 05 de junho, mas por "decisão da família" só agora foi tornado público.

Ho nasceu em Hong Kong, mas a família mudou-se para Saigão (atual Cidade de Ho Chi Minh), no Vietname, no início de 1940 para fugir à guerra. Regressou à antiga colónia britânica e durante década de 50 do século passado trabalhou no negócio da família.

Em 1977, começou a trabalhar na Sociedade de Turismo e Diversões de Macau (STDM), fundada por Stanley Ho e, na altura, com o monópolio do jogo no território.

Em 2002, quando o Governo de Macau pôs fim ao monopólio do jogo, a Sociedade de Jogos de Macau, subsidiária da STDM, conseguiu obter uma das três licenças de jogo então emitidas.