Os Estados Unidos espiaram responsáveis governamentais japoneses, empresas e o governador do Banco do Japão, anunciou esta sexta-feira o site WikiLeaks.

Uma lista de "35 alvos secretos da NSA (agência de segurança norte-americana) no Japão incluía o Governo japonês, empresas como a Mitsubishi (...) e vários responsáveis do banco central", como o governador Haruhiko Kuroda, de acordo com o WikiLeaks, que divulga documentos secretos.

O primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, não figura entre as pessoas vigiadas pela NSA, responsável por ações de espionagem na Alemanha e França, aliados próximos dos Estados Unidos, tal como o Japão.